Home/ Noticias/ Reformar para privatizar

PREVIDÊNCIA SOCIAL: REFORMAR PARA PRIVATIZAR

PREVIDÊNCIA SOCIAL: REFORMAR PARA PRIVATIZAR
 
temerprevidenciaaa
 
A Reforma da Previdência, proposta inicialmente apresentada pelo governo Temer, pode se tornar, assim como com a Reforma Trabalhista, o “bode expiatrio” para outros fins mais perversos, bem alm do que se apresenta. 
 
Segundo a equipe do governo recm-eleito, a proposta aumentar ao mximo a idade e os anos de contribuição, condenando os trabalhadores a trabalharem at morrer, abrindo o caminho para a Previdência Privada, semelhante a que ocorreu no Chile, que tem a simpatia e concordância do todo poderoso Paulo Guedes, principal mentor intelectual e poltico do novo governo. 
 
Para se ter ideia, a privatização da Previdência Social Chilena est exigindo esforços cada vez maiores de quem j trabalhou a vida inteira. O fundo, transferido para a iniciativa privada na dcada de 1980, na poca em contrato elogiado pelo Fundo Monetrio Internacional (FMI), enfrenta um dos momentos mais complexos dos ltimos 30 anos.
 
A redução no valor das pensões e aposentadorias est provocando uma onda crescente de suicdios no pas. O Ministrio da Sade, em parceria com o Instituto Nacional de Estatsticas (INE), publicou estudo mostrando que entre 2010 e 2015, 936 adultos maiores de 70 anos tiraram sua prpria vida. No caso dos maiores de 80 anos, em mdia, 17,7 a cada 100 mil habitantes recorreram ao suicdio. Com isso, o Chile ocupa atualmente a primeira posição entre nmero de suicdios na Amrica Latina.
 
Os estudos são alarmantes e se dão, sobretudo, por uma conta simples. Quanto mais avançada idade, maior a necessidade de cuidados especficos com a sade. Mas, como se sabe, o acesso aos sistemas pblicos de sade (semelhante a do Brasil) e at mesmo ao setor particular, complicado e caro. Trocando em midos, preciso ter uma situação financeira organizada para atravessar a ltima etapa da vida. 
 
Infelizmente, essa a proposta e intenção do governo que tomar posse em 1 de janeiro de 2019. Para ele não importa se os trabalhadores aposentados e pensionistas terão condições de viver com valores miserveis, que não conseguirão cobrir as despesas nem dos medicamentos necessrios essa etapa da vida humana, muito menos conseguirão pagar as despesas com aluguis, gua, luz, transporte e alimentação. O aposentado no Brasil est fadado a morrer de fome e viver nas ruas, pois não ter condições uma vida digna, mesmo depois de ter trabalhado a vida toda para construir as riquezas do pas.