Home/ Noticias/ DEFESA DA DEMOCRACIA

OS TRABALHADORES E A DEFESA DA DEMOCRACIA

OS TRABALHADORES E A DEFESA DA DEMOCRACIA

DefesaDaDemocracia

Desde que Bolsonaro assumiu o governo, o pas tem se deparado com polêmicas e preocupações sobre as ameaças a nossa, j tão frgil, democracia. Inmeras falas em entrevistas e nas redes sociais do prprio presidente, de membros de sua equipe de governo e de seus filhos têm gerado desconforto para os brasileiros e para muitos setores internacionais: ser o fim da democracia no Brasil?

Infelizmente, as ameaças não ficam s nas mensagens em redes sociais, como a que ocorreu no incio do mês de setembro, quando um dos filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro, usou sua conta oficial no Twitter para dizer que “a transformação que o Brasil quer” não acontecer na velocidade almejada por meio de “vias democrticas”.

O fato que muitas Ações, Decretos e Medidas do governo têm colocado a Democracia e o Estado de Direito no Brasil em alerta. O desmonte dos vrios Conselhos Consultivos, Comissões e Comitês demonstra o posicionamento do presidente em relação participação social que, alis, fica clara quando ele afirma que “quanto menos gente opinando ou interferindo nas ações de governo, melhor”. Nos ltimos meses, o mandatrio tem acelerado a extinção desses colegiados sob a premissa de que, dessa forma, o governo vai “funcionar” e estar livre de “ideologia travestida de posicionamentos tcnicos”.

Mas, alm dessas organizações, o governo Bolsonaro tem ameaçado por um fim nas organizações dos trabalhadores, quando ataca os sindicatos, tentando asfixiar as finanças dessas entidades, aprofundando, ainda mais, as maldades da famigerada Reforma Trabalhista do Temer.

“Temos presenciado inmeros sinais que nos deixam preocupados quanto democracia em nosso pas. As falas, ideias e as medidas do governo e de sua equipe, objetivamente, colocam a jovem democracia brasileira em risco. E isso ns não podemos permitir, pois, sem democracia não h desenvolvimento sustentvel, economia soberana e, pior, não h como implantar as polticas que garantam o bem-estar da sociedade. Defender a democracia no Brasil defender o emprego, as organizações populares, os direitos das minorias, o direito a vida! Portanto, preciso que os trabalhadores e as trabalhadoras participem de forma decisiva.” Desabafa Chiquinho Pereira, presidente do nosso Sindicato.