Home/ Destaques/ TRABALHADORES DO ABC CONSEGUEM REAJUSTE E...

TRABALHADORES DO ABC CONSEGUEM REAJUSTE E MANUTENÇÃO DOS DIREITOS CONQUISTADOS!
Por Suely Torres 
 
A Campanha Salarial da nossa categoria no ABC não foi nada fcil. Alm de não querer reajustar os salrios, os patrões queriam que os trabalhadores aceitasse a retirada de inmeras conquistas e direitos que constam da nossa Convenção Coletiva de Trabalho.
 
Durante as negociações, o nosso Sindicato apresentou vrios argumentos e provou para os patrões que não seria possvel os trabalhadores suportarem tantas perdas sem, no entanto, reagirem e lutarem pelos seus justos direitos. 
 
“ inacreditvel, mas, o sindicato patronal j queria antecipar a Reforma Trabalhista para atingir a nossa categoria no ABC e apresentou uma pauta de reivindicação aos trabalhadores retirando nossos direitos, invertendo a ordem das coisas. Ora, o normal são os trabalhadores apresentarem suas reivindicações aos patrões e não o contrrio e isso ns não aceitamos.” Disse Chiquinho Pereira, presidente do nosso Sindicato.
 
Desta forma, a nossa categoria foi luta e conseguimos um reajuste de 3,50% e a manutenção dos direitos conquistados nas Convenções Coletivas anteriores. Essa Campanha Salarial mostra como ser difcil para os trabalhadores ampliarem seus direitos, pois os patrões estão vidos para jogar nas costas dos trabalhadores os prejuzos da crise, para garantir seus lucros.
 
ABCassembleia1
(Foto: Paulo Rogrio "Neguita")
 
Leia abaixo alguns itens que conquistamos no ABC e que foram aprovados pelos trabalhadores na assembleia realizada no dia 7 de julho:
 
REAJUSTE SALARIAL = 3,50%
 
PISO SALARIAL I =
Empresas com at 60 trabalhadores passa de R$ 1.295,88 para R$ 1.341,24, a partir de 1 de junho de 2017;
 
PISO SALARIAL II =
Empresas com mais de 60 trabalhadores passa de R$ 1.394,71 para R$ 1.446,63, a partir de 1 de junho de 2017.
 
ABONO – (PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS – PLR)
Empresas com at 15 empregados passa de R$ 215,00 para R$ 222,53;
Empresas a com 16 at 40 empregados passa de R$ 390,00 para R$ 403,65;
Empresas com mais de 40 empregados passa de R$ 570,00 para R$ 589,95
Os pagamentos do ABONO (PLR) serão efetuados nos meses de março e maio de 2018.
 
DIA DO PADEIRO = R$ 160,00.

REFEIÇÕES EXTERNAS:
O Vale Refeição passa de R$ 15,50 para o valor de R$ 16,04 por dia.
 
REFEIÇÃO GRATUITA =
Refeição gratuita para todos os trabalhadores de acordo com o comercializado para os clientes. Empresas que servem refeições irão fornecer refeições aos seus  funcionrios. Empresas que servem somente lanches irão fornecer lanches aos funcionrios. Caso a empresa não forneça refeições e nem lanches e nem possua restaurante prprio, ir fornecer aos seus trabalhadores um Vale Refeição no valor de R$ 16,04 por dia.
 
ADICIONAL NOTURNO = 35%
 
CESTA DE NATAL = Mantem todos os produtos, incluindo o peru.
 
MANUTENÇÃO DE TODAS AS CLÁUSULAS E CONQUISTAS ANTERIORES
 
ABCassembleia2 
ABCassembleia2
(Foto: Paulo Rogrio "Neguita")
 
PATRÕES DO ABC ANTECIPAM A REFORMA TRABALHISTA E PROPÕEM RETIRAR DIREITOS
 
Como j citado na matria acima, o sindicato patronal do ABC resolveu inverter a ordem das coisas, durante essa Campanha Salarial e, com a maior cara de pau, entregou uma pauta de reivindicações onde os trabalhadores deveriam aceitar a retirada de direitos conquistados ao longo dos anos e que constam da nossa Convenção Coletiva de Trabalho.
 
“Ora, s faltava essa! Os patrões alm de não atender as reivindicações dos trabalhadores, queriam que a categoria concordasse com essa indecente proposta. Isso est fora de cogitação e, se eles continuassem insistindo, não tenham dvidas que o nosso Sindicato iria mobilizar os trabalhadores para lutar com todas as armas, inclusive realizando paralisações nos locais de trabalho. Não se mexe em direitos conquistados.”
Afirmou Chiquinho Pereira, presidente do nosso Sindicato. 
 
LEIA ABAIXO ALGUNS ITENS DA PROPOSTA QUE O SINDICATO PATRONAL APRESENTOU NA MESA DE NEGOCIAÇÃO E QUE FORAM REJEITADAS:
 
1 – Retirar a ave da Cesta de Natal;
2 - Retirar a folga aos domingos, que foi negociado o ano passado, pois a crise est dificultando essa prtica para eles; 
3 - Plano de Sade (compartilhado) com o valor pago pelo trabalhador de 30%;
4 – Retirar os dias das Eleições Gerais e Municipais, como feriado;
5 – Dividir o valor do Dia do Padeiro em duas vezes ou transformar em um dia compensado de folga;
6 - Fim da estabilidade do retorno de frias, pois alguns funcionrios desejam sair, mas não se pode por causa da multa;
7 - Adoção do Banco de Horas;
8 - Redução do intervalo para 30 minutos, como est proposta na Reforma Trabalhista;
9 - Fracionamento das frias em at três (3) vezes, como consta na proposta de Reforma Trabalhista; 
10 - Fracionamento do 13 Salrio, a exemplo da Reforma Trabalhista, quando propõe o trabalho intermitente;
11 - Compensação de horas extras na semana posterior, mais uma vez se antecipando a Reforma Trabalhista;
12 - Dispensar o controle de jornada para empresas at 20 funcionrios;
13 - Suspensão de pagamentos de Cesta Bsica para os trabalhadores afastados pelo o INSS;
14 - O não pagamento do PLR para funcionrios afastados pelo INSS;
15 - Retirada da estabilidade no perodo de dissdio coletivo.