Home/ Noticias/ Ministrio Pblico lana campanha para enfrentar nova lei trabalhista

Ministrio Pblico lança campanha para enfrentar...

Ministrio Pblico lança campanha para enfrentar nova lei trabalhista
Matria publicada no site da Agência Sindical
 
agenciasindicalLilas
Ronaldo Fleury, procurador-geral do MPT, abre evento Maio Lils em Braslia
 
O Ministrio Pblico do Trabalho lançou segunda (7) a campanha Maio Lils, que objetiva resgatar os direitos dos trabalhadores ameaçados pela reforma trabalhista de Michel Temer (Lei 13.467/17). O evento, no auditrio da Procuradoria Geral do Trabalho, em Braslia, teve mesa-redonda com procuradores e representantes de entidades sindicais de trabalhadores e patronais.


O evento tambm lançou o site da campanha (www.reformadaclt.com.br/) e um vdeo sobre a nova lei trabalhista, esclarecendo detalhes sobre as mudanças implementadas e explicando o que muda aps a aprovação da nova legislação.

A iniciativa, que tem apoio das Centrais e Sindicatos de todo o Pas, conta com diversas atividades durante o mês de maio.

O presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores, Jos Calixto Ramos, disse  Agência Sindical que movimentos como esse são importantes, a fim de ampliar o debate com a sociedade sobre o tamanho do estrago causado pela nova lei trabalhista. “A iniciativa um incentivo participação sindical. As entidades devem adotar a campanha, para mostrar população a importância da proteção do Sindicato, nica ferramenta de defesa do trabalhador”, explica.

Ataques - Calixto lembra que, alm de enfraquecer os Sindicatos retirando a fonte de custeio, o governo tenta desmontar a proteção do trabalhador na Justiça do Trabalho.

“O trabalhador precisa entender que, alm de atacar a atuação sindical a partir da sua sustentação financeira, o governo e parte do Congresso Nacional querem acabar com a Justiça do Trabalho. A nova lei cria dificuldades a quem precisa entrar com ações”, frisa.

Segundo o procurador João Hilrio Valentim, coordenador nacional de Promoção da Liberdade Sindical, a nova legislação coloca diversos obstculos s atividades dos Sindicatos, principalmente ao dificultar a contribuição sindical. “Um Sindicato precisa de recursos para promover as ações em defesa dos representados. A crise no custeio afeta diretamente a ação sindical”, comenta.

Campanha - O Maio Lils começou no ano passado. A cor lils homenageia as 129 trabalhadoras, queimadas num incêndio criminoso numa fbrica de tecidos em Nova Iorque, dia 8 de março de 1857. Elas reivindicavam salrio justo e redução da jornada de trabalho. No momento do incêndio, era confeccionado um tecido de cor lils.