Home/ Destaques/ Editorial

PRÓXIMO CONGRESSO NÃO SERÁ FAVORÁVEL AOS INTERESSES DOS TRABALHADORES!
Por Suely Torres
 
 
 
Infelizmente, poucos foram os defensores da classe trabalhadora eleitos para a Câmara dos Deputados e para o Senado. Dos 513 deputados federais eleitos que irão assumir o mandato em 2019, apenas 33 são sindicalistas. J para o Senado Federal, dos 81 senadores (54 eleitos em 2018 e 27 eleitos em 2014 - que irão cumprir mais 4 anos de mandato), nenhum tem perfil de sindicalista. Ao contrrio, a esmagadora maioria tem histrico de defender os interesses do grande capital.
 
O perfil poltico do futuro Congresso Nacional parece ser bem pior do que o atual. Infelizmente, Isso significa que os trabalhadores e o povo irão enfrentar grandes desafios para os prximos anos, j que muitos desses congressistas foram eleitos para defender os interesses das grandes corporações. Ou seja, seus mandatos estarão a serviço do capital financeiro, das indstrias e, especialmente, do agronegcio em detrimento dos interesses e das necessidades dos trabalhadores e do povo.
 
O pior que a grande parcela desses deputados e senadores, alm de terem compromisso com os patrões, pouco se incomodam com as dificuldades das grandes massas. Muitos são insensveis drstica realidade em que a maioria do povo vive. Enxergam outro Brasil. Na verdade, enxergam o Brasil dos ricos, das celebridades e dos poderosos. Na cabeça dessa gente, o povo pobre que produz as riquezas desse pas considerado um entrave para seus objetivos. Para muitos desses parlamentares os trabalhadores e o povo incomodam o bom andamento do Estado Brasileiro, pois necessitam dele para sua sobrevivência, exigindo polticas eficazes que atendam os seus interesses coletivos como o acesso a educação e sade pblicas de qualidade, segurança, emprego, moradia e a garantia de uma vida digna. Para eles, isso um contrassenso, um absurdo, pois o Estado deve servir aos interesses do Mercado Financeiro e não aos interesses do povo.
 
H muito tempo, o nosso Sindicato tem alertado os trabalhadores da necessidade do envolvimento com a poltica e da importância de analisarem e votarem em candidatos comprometidos com os interesses da nossa classe. Infelizmente, não conseguimos fazer com que muitos tomassem essa consciência. 
 
Os trabalhadores precisam aprender que não adianta votar em quem faz milhares de promessas durante a campanha eleitoral e depois de eleito ignora as demandas dos trabalhadores, e aprova projetos de Leis que s beneficiam os patrões, deixando de fora as polticas pblicas que atendem as necessidades da população. Portanto, lamentavelmente, o resultado dessas eleições de 2018 não aponta um futuro promissor para os trabalhadores. Ao contrrio, estamos diante de um futuro para o Brasil e sua população preocupante, repleto de incertezas. Alis, a nica certeza que est sendo desenhada pelo futuro presidente e sua equipe a de que os trabalhadores correm o risco de perderem mais direitos trabalhistas e sociais. 
 
Por isso, os trabalhadores se preparem e “coloquem as barbas de molho”, pois poderemos ter que enfrentar grandes batalhas para preservar os nossos direitos e defender a soberania do pas, ameaçada por ideias entreguistas e de total submissão aos interesses do grande capital, principalmente do capital internacional que, de certa forma, tem prejudicado a capacidade do Brasil de se tornar uma grande potência latina americana.